Introdução


Quem nunca ouviu falar das patricinhas, mauricinhos, clubbers, skatistas, góticos, entre outros. Todos nós já participamos ou já contribuímos de alguma forma com este fenômeno social, denominado Tribos Urbanas.

As primeiras Tribos surgiram nos anos 60 e 70. Os jovens geralmente se reuniam por questões sociais, economias e políticas. Hoje, porém, os adolescentes se agrupam por questões de modismo.

A busca por uma turma é em geral um refugio, é a vontade de agir por si só e se desvincular dos pais. Inseguros, agressivos e inconstantes, os adolescentes procuram formar uma identidade que lhes satisfaçam.

Cada Tribo possui uma espécie de marca registrada, com estilos, musicas, valores e modo de agir distintos. Afinal, vivemos em mundo de diferenças que devem ser tratadas igualdade.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Moda Alternativa

Quando se fala em moda, logo já pensamos em algo relacionado ao padrão estabelecido para tal vestimento, o que não acontece com a cena gótica.

Quanto ao estilo, o visual não tem regras e sim muita imaginação. O guarda roupa da vovó, o cheiro de naftalina e umas comprinhas no brechó é o meio para sair do tradicional e se tornar alternativo.

A moda gótica nasceu no comecinho dos anos 80, com a cultura punk. De lá pra cá surgiram vários novos gêneros. Que vai do super refinado a tecidos sintéticos.

Tem o gótico-chique, que traz uma proposta meio vitoriana, tudo a ver com o estilo "vampiros de antigamente" fazendo um look bem mais elegante. Esses trocam o coturno por um sapato mais refinado, abusando dos acessórios finos.


Tem os góticos que curtem essa vibe de vampiros. Adoram usar roupas que lembrem o figurino de Drácula. A cor, quando existe, vem sempre em tons escuros: verde, vinho, roxo. Caveirinhas são um ícone, já que o gótico lida muito bem com a morte.


As Gothic-Lolitas nasceram no Japão. Uma mistura do estilo Lolita, que é algo como a idéia de vestirem-se como as crianças européias dos séculos 18 e 19 misturado ao estilo gótico. Elas são famosas e muita gente visita os bairros Shibuya, em Tóquio, para vê-las passeando aos domingos.



E por fim o Cyber-gótico, um visual com muito tecido sintético, coturnos de solado bem alto e às vezes até modelos de esquiar na neve. Explorando os adereços grandes e exagerados.

Hoje em dia está é cada vez mais difícil rotular um grupo. A todo momento as tribos se misturam e geram sub-tribos novas, adaptadas de maneiras diferentes pelas novas gerações. De qualquer modo é legal entender de onde veio cada coisa quando vamos fazer a nossa própria mistura para criar o nosso estilo.

1 comentários:

' disse...

ficoou mto boom ! Parabeeens !

Postar um comentário